Declaração MEI: 5 erros que você deve evitar

Tempo de leitura: 3 minutos

Ter um negócio próprio, mesmo que um microempreendimento, requer algumas obrigações legais, entre elas a Declaração MEI. Um ponto importante para a manutenção da empresa, e que pode gerar punições em casos de erro.

Muitas vezes, ao fazer a declaração MEI, o empreendedor comete alguns erros que podem prejudicar o próprio negócio. Por isso, confira a seguir os 5 erros que você deve evitar ao declarar seu faturamento.

 

Declaração MEI: Como funciona?

A Declaração MEI é uma prestação de conta à Receita Federal que deve ser feita uma vez por ano. É como se fosse o imposto de renda de uma pessoa física. Mas dessa vez é feito pelo microempreendedor individual.

A principal vantagem é que o processo é 100% feito pela internet. Isso deixa mais acelerado, automatizado e sem a necessidade de deslocamento para sedes de setores públicos.

O Portal do Empreendedor possui uma interface intuitiva e de fácil acessibilidade. Não há muitos segredos para fazer a declaração MEI. No entanto, com tantas facilidades, alguns erros podem prejudicar a sua empresa. Veja quais:

 

Erros comuns na Declaração MEI

Perder o prazo

Ser uma obrigação legal anual tem muitas vantagens. Mas fica ainda mais fácil de perder o prazo. Isso porque a Declaração MEI tem um período certo para ser feita, e não se encerra, por exemplo, em 31 de Dezembro.

No ano de 2018, por exemplo, ela se encerrou em 31 de Maio. É neste período que o empreendedor deve declarar o faturamento do ano anterior. Por isso, é fundamental ficar de olho nas datas para não perder o prazo.

 

Declarar período errado

Independentemente do período de Declaração, o faturamento sempre deve ser equivalente ao ano anterior, do período de janeiro a dezembro. Sendo assim, se a declaração for feita em Maio, por exemplo, o mês de Janeiro a Maio daquele ano não serão considerados.

Apesar de ser uma questão básica, muitas vezes esses períodos podem confundir o microempreendedor. Principalmente quando não há uma organização eficiente nas papeladas internas.

 

Declarar valores errados

A péssima organização também pode causar outro erro grave: declaração de valores errados. Um simples erro de digitação em uma planilha ou a falta de revisão podem dar muitas dores de cabeça para o microempreendedor.

Um dos grandes desafios do MEI é trabalhar com um negócio próprio sozinho. Sendo assim, as falhas no processo ficam mais frequentes. A dica é manter uma organização a cada mês, com revisões bastante atentas.

 

Não emitir nota fiscal

Muitos freelancers com MEI, às vezes, fecham um projeto e não emitem nota fiscal. Mas mesmo assim acabam somando no faturamento da empresa. Isso irá dar erros nos valores. Por isso, é fundamental ter esse controle mensal.

 

Declarar com dúvidas

Apesar de simples, o processo ainda pode gerar dúvidas para o empreendedor. E isso pode ocasionar diversos erros que irão acabar em multas para o microempreendimento.

Por isso, se ainda houver insegurança, antes de fazer a Declaração MEI pesquise como fazer isso no próprio Portal do Empreendedor ou ligue para 0800 570 0800 (Sebrae) e peça ajuda!

 

Para saber mais, visite nosso blog.