Ciclo operacional, ciclo econômico e ciclo financeiro: Tudo o que você precisa saber

Tempo de leitura: 3 minutos

A forma como a gestão é encarada dentro de uma empresa reflete a sua cultura organizacional, em especial os valores que ela determina como primordiais para o seu funcionamento. Dentro dos diversos fatores que incidem diretamente na tomada de decisão encontram-se os ciclos operacional, econômico e financeiro. O cálculo correto de cada um deles é de extrema relevância para a manutenção do controle gerencial. Além disso, manter esses ciclos atualizados potencializa a gestão dos negócios.

No que tange aos valores assumidos pelos ciclos, estes dependem da capacidade de realizar vendas, dos processos produtivos e do recebimento de clientes. Sobre o ciclo financeiro, considera-se também a realização de pagamento aos fornecedores.

Ciclo econômico

O primeiro ciclo a ser analisado é o econômico. Este faz referência ao período em que a mercadoria fica parada. Isto é, permanece em estoque. O prazo compreendido abrange desde a compra de produtos até o momento da venda dos mesmos. É importante destacar que este ciclo não considera o recebimento dos valores correspondentes às vendas. Assim pode-se considerar que o ciclo econômico é igual ao Prazo Médio de Estocagem, também conhecido como PME.

Sem dúvidas, este é um ciclo bem fácil de calcular. Para efetuar o seu cálculo é preciso anotar as datas nas quais as mercadorias ingressaram no estoque e também a data na qual efetuou-se a venda. Logo após, deve-se calcular a média do período de dias que determinado item ficou em estoque.

O cálculo do ciclo permite ter maior controle do estoque. Isso porque uma redução ou aumento na quantidade de compras pode alterar o seu resultado. Este ciclo também é relevante na hora de entender quais produtos são mais vendidos e quais são mais difíceis de serem comercializados.

Ciclo operacional

No que concerne ao ciclo operacional, este refere-se ao período entre a realização da compra e o recebimento do produto pelo cliente. É preciso salientar que há empresas que só aceitam a compra se o valor total for pago no instante da transação, ou seja, a vista. Para estas, considera-se que o valor do ciclo operacional é igual ao valor do ciclo econômico. O cálculo deste ciclo é simples. Para obtê-lo é preciso reduzir o Prazo Médio de Pagamento a Fornecedores do Ciclo econômico.

Um aspecto que merece atenção é que um ciclo operacional pequeno ocasiona uma menor dependência da empresa pelo capital de giro. Assim, uma empresa com ciclo operacional pequeno tem mais segurança para honrar os seus compromissos e não precisa fazer uso do capital de giro.

Ciclo financeiro

Também conhecido como ciclo de caixa, ele é o período entre o pagamento aos fornecedores da empresa até o momento em que recebe os valores dos seus clientes. O ciclo financeiro não leva em consideração o ciclo econômico. O que importa mesmo são as datas do pagamento ao fornecedor e do recebimento das contas dos clientes. Da mesma forma que os outros ciclos, efetuar o cálculo do ciclo financeiro não é difícil. Para isso você vai precisar reduzir o Prazo Médio de Pagamento aos Fornecedores do ciclo operacional.

Sobre o capital de giro, quanto maior for o prazo concedido aos clientes para pagamento da compra e menor for o período para pagamento aos fornecedores, haverá mais necessidade de utilizá-lo.

Em suma, a melhor alternativa para as empresas é que exista um bom giro das mercadorias, assim o ciclo operacional será menor. Também é relevante que a empresa busque meios de reduzir o ciclo econômico e o operacional. Desta forma, reduz-se as chances de fazer uso do capital de giro.

Ficou com dúvidas sobre os ciclos econômico, financeiro e operacional? Entre em contato por meio do campo de comentários e tire todas as suas dúvidas!

 

> CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O E-BOOK: ORGANIZAÇÃO NAS FINANÇAS É SINÔNIMO DE SUCESSO